Sobre a mania de mudar 1


sobre-mania-de-mudar

Eu vi esse post da Isa sobre aceitar as mudanças, e daí eu pensei: se tem uma pessoa que pode falar sobre mudar sou eu! Já fui tantas, já encarei vários caminhos, mudo de opinião todos os dias. Não consigo me encaixar em uma coisa só ou um estilo apenas. Sou exagerada, dramática, intensa, comigo tudo é de muito. Quem já me viu cozinhar sabe disso: só faço comida se for para um batalhão, demoro horas naquilo e fico super chateada se não ficar bom.

E daí?! Daí que eu não consigo entender pessoas que são resistentes a mudanças. Como a própria Isa, que demorou para se acostumar com os móveis em lugares diferentes no quarto. Minha compreensão não alcança aquelas pessoas que se acomodam e não saem atrás de coisas novas, aventuras malucas e gostos diferentes. Como alguém consegue viver na monotonia? A rotina não cansa esse povo?

Isso é bom. Eu ando sempre conhecendo gente nova que me apresente outras gentes e juntos todos nós conheçamos outros lugares. É um sem fim de gente entrando e saindo e voltando para minha vida, porque só assim os papos se reciclam e as fofocas estão sempre quentes. Quero ser apresentada a outros filmes, outros livros e mil maneiras diferentes de vê-los caso eu vá ver o mesmo filme de novo. Gosto de passar um tempão sem usar uma determinada roupa, só para me sentir diferente quando usá-la de novo. Leio blogs pra caramba, porque é um jeito  incrível de conhecer intimamente as pessoas mesmo que elas não me conheçam. Sou viciada em livros escritos por gente comum, publicados na internet mesmo.

Isso também é bem ruim. Eu me entedio fácil, o que me faz desistir de muitas coisas. Muitas mesmo, sempre, todos os dias. Não importa se eu estou indo bem ou não, se ficou chato eu pulo fora. Essa minha necessidade de sentir sempre que tudo é dinâmico me faz fugir de rotinas, e quando eu não consigo a ansiedade me vence e fico frustrada. Só de saber que vai ser tudo de novo, mesmo que seja o tudo que eu gostava há uma semana atrás, me faz nem querer sair da cama.

O que é bom por outro lado, porque isso de querer mudar sempre faz de mim super criativa. Curiosa! Me faz ouvir o que as pessoas tem para dizer, porque eu realmente quero saber o motivo delas pensarem diferente de mim. Me permito mudar de opinião, na verdade eu adoro mudar de opinião. Crio maneiras diferentes de fazer a mesma coisa antes que o tédio me mate!

Conheço pessoas que gostam do marasmo. Não entendo, mas sei lá, cada qual com seu cada qual. Se você for uma dessas pessoas, por favor, me explique: COMO?!


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um pensamento em “Sobre a mania de mudar

  • Kaka Farias

    Nossa Jade, pra conseguir viver nesse ritmo, tem que ter a criatividade como aliada mesmo! Hahaha. Eu sou mais meio termo, e por isso entendo um pouco essa tua aversão a rotina. Fiquei pensando quanto ao pânico dos móveis mudando de lugar. Quando morava com a minha mãe não era muito fã, mas conforme o tempo foi passando, hoje em dia sempre penso em novas possibilidades. Embora na minha casa atualmente, não tenha muito como explorar isso. Não sei se tu sempre foi assim, mas digo que sou meio termo pq apesar de não gostar da rotina, tenho um certo nível alto de tolerância com ela. Mas é limitado. Em seguida já estou pensando em novas formas, jeitos e maneiras de fazer as coisas. Do tipo de até mudar o caminho pra ir pra casa hahaha. E super me identifiquei: não sei cozinhar pra poucas pessoas, e como somos só dois, sempre sobra comida kkkk. Ah, e amay o gif. Bjs!