Não minimalismo de Minjae Lee 1


nao-minimalismo-de-minjae-lee-1

Alguns blogs que acompanho vêm falando sobre o boom do minimalismo, e como isso tem podado as pessoas. Bom, eu sempre achei essa coisa de tudo clean bem chato! Ainda falei sobre o assunto com algumas pessoas próximas, mas não quis ser a chata do rolê das interneta.

A maioria anda fazendo discursos bem politicamente corretos e tal, eu sou bem mais taxativa: minimalismo e essa coisa de cápsula é a trend mais boring dos últimos tempos!

Mas não vou fazer um tratado sobre isso, não dessa vez. Dessa vez eu vou me ater a mostrar algumas coisas do sul coreano Minjae Lee e dizer que esse excesso de cores nessa simplicidade de linhas me representa.

nao-minimalismo-de-minjae-lee-2 nao-minimalismo-de-minjae-lee-3 nao-minimalismo-de-minjae-lee-4 nao-minimalismo-de-minjae-lee-5 nao-minimalismo-de-minjae-lee-6 nao-minimalismo-de-minjae-lee-7 nao-minimalismo-de-minjae-lee-8

Não precisa ser minimalista para ser simples e bonito!


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um pensamento em “Não minimalismo de Minjae Lee

  • Fernanda Rodrigues

    Oi, Jade!
    Acho que a internet foi de um extremo a outro. Se no final dos anos 90, início dos 2000, tudo era extremamente colorido, agora tudo está minimalista. Acredito que esta atual revolução (?) contra o minimalismo culminará num equilíbrio. Isso será bacana porque acabará com o “apagado”, mas tbm não será o carnaval que era antes.

    Gostei muito das ilustrações! São traços que transmitem muito sentimento! 😀

    Beijos,