Determinação


É até cômico alguém como eu falando de determinação. Logo eu, a rainha do não sei para onde vou. Não sei mesmo. Tem alguém que sempre me diz: “você precisa ser mais determinada, seguir seus sonhos!” Mas que sonhos?! Eu não tenho sonhos, não agora.

Isso de determinação é para quem sabe que caminho seguir. É a certeza do destino que te espera. Não tenho metas, não tenho caminhos, não tenho planos. O que alguém assim poderia falar sobre Determinação?!

Eu sou indeterminada. Sou confusão e sentimentos disfarçados em líbido e espontaneidade. Sou uma bagunça por trás do meu hedonismo incurável. Mudo de rota e de ideias sem nenhum peso na consciência. Caso o peso na consciência chegue, só volto pra rota anterior.

O que há de determinado em mim não é visível. Fica lá dentro guiando meus passos e soprando a minhas decisões. Me faz defender ideias e proteger quem precisa da minha proteção. O que tem de certeiro e determinado em mim é o que me torna quem eu sou. É o subjetivo.

E eu tô bem com isso.

Ilustras de Agnes Cecile

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *